Apuros

Imagino que muitas pessoas devem estar passando pelas mesmas dificuldades que minha família e/ou até pior.  

Sempre que posso agradeço e conscientizo minha família a fazer o mesmo.

Agradecer e valorizar, Usufruir ao máximo para quando passarmos pelos momentos de crise, nos apoiarmos nas boas lembranças e assim termos forças para superar a fase ruim.

Estamos passando por mais uma tormenta e um dos problemas,  resolvemos sexta feira.  Foi um alívio imenso, eu já estava noites sem dormir e com a cabeça longe. A escola do Pedro dizia não ter vaga para bolsista pela manhã. Como? Eu ficaria um ano só vendo meu filho nos finais de semana? Nem pensar. Quatro dias antes de começar as aulas, eu estava procurando escola, chorando desconto (porque eu não contava com tamanho despropósito),  fazendo o Pedro acreditar que  mudança seria excelente.

Quando fui buscar o papel da transferência, haviam voltado atrás.  Eu me senti pisoteada. Como puderam? Fazer isso com uma mãe?  Por quê?  Para quê?  Fazer isso dias antes de começarem as aulas, era muito desumano.

Quando expliquei para o Pedro que ele não mudaria mais,  só enxerguei decepção.  Fiz ele acreditar que seria bom (lembrei imediatamente dos filmes "a vida é bela" e "a procura da felicidade"). Chorei muito (sem ele ver, claro).

As crianças deveriam ter direito a um governo comprometido a cumprir sua obrigação: escola "gratuita" de qualidade.


Enviado do meu smartphone Sony Xperia™

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cães: Capas para carro e cinto de segurança.

Cães e bike.